Posts Tagged ‘22 de Setembro’

Dia Mundial Sem Carro

23 de setembro de 2012

O Dia Mundial sem carro é uma iniciativa que se dedica a fomentar alternativas de locomoção pela cidade baseando-se no conceito de focar nas pessoas e não nos carros.

Pense em uma cidade com menos carros, onde as pessoas se deslocam por meio de transportes públicos eficientes e seguros e assim gastam menos combustível, reduzem a poluição do ar e não enfrentam engarrafamentos. Um lugar onde pode-se escolher ir ao trabalho de bicicleta e pedalar por ruas arborizadas em ciclovias exclusivas e seguras. A mesma cidade onde é possível ver mais gente circulando à pé em ruas projetadas para os cidadãos e não somente para carros. Na esperança de fazer com que esta ideia não seja apenas uma utopia, é que se celebra no dia em 22 de setembro, o Dia Mundial Sem Carro.

História

O Dia Mundial Sem Carro (CarFree Day) foi inserido a priori na França, em 22 de Setembro de 1997. Em 2000, a União Européia instituiu a Jornada Internacional “Na Cidade, sem meu Carro”, reunindo 760 cidades. Em 2001, 1683 cidades participaram. Encorajados pelo êxito da iniciativa do Dia Europeu sem Carros, a comissão organizadora lançou, em 2002, a Semana Européia da Mobilidade. Chegou ao Brasil em 2001, quando 11 cidades brasileiras aderiram ao Dia Mundial Sem Carro: Porto Alegre, Caxias do Sul e Pelotas (RS); Piracicaba (SP); Vitória (ES); Belém (PA); Cuiabá (MT), Goiânia (GO); Belo Horizonte (MG); Joinville (SC); São Luís (MA) e, desde então, vem crescendo o número de adesões de municípios.

Já é tradicional um dia mundial sem carro repleto de atividades nas cidades que o adotam, como passeios ciclísticos, caminhadas, gincanas para crianças e distribuição de panfletos.

Objetivos

A celebração mundial procura conscientizar a sociedade sobre os danos causados pelo excesso de carros nas grandes cidades e estimular um novo estilo de vida, mais sustentável. Em se tratando de problemas causados pelo carro, a lista não é pequena. Aquecimento global, isolamento urbano,  mortes em acidentes , problemas de saúde agravadas pela poluição do ar e sonora, além de consumo de combustíveis fósseis e não renováveis, gastos aos cofres públicos, trânsito caótico, queda da produtividade e redução da qualidade de vida.
Mais do que estimular as pessoas a deixarem seus carros em casa durante um só dia, a ideia da campanha é marcar a luta por um transporte público eficiente, por menos poluição do ar, por respeito ao pedestre, por mais ciclovias, enfim, por melhor qualidade de vida para todos.

Como é realizado?

Dia 22 de Setembro é comemorado como o dia Mundial sem carro, onde é repensado e discutido se o carro é realmente o meio de transporte ideal para as nossas cidades, fato que cada dia se mostra mais claro, vide os engarramentos monumentais nas cidades e a falta de espaço para se estacionar.

Lugares do mundo onde é aplicado o conceito do movimento

Algumas comunidades decidiram abolir os automóveis e recriaram as cidades, moldando-as especialmente para as pessoas. O resultado pode ser visto na tranquilidade dos moradores, na qualidade do ar e na integração da comunidade.
Nessas cidades, os espaços públicos são pensados de forma a dar prioridades as pessoas e não aos carros, como ocorre geralmente nos grandes centros urbanos. O bem estar, a segurança e a qualidade de vida dos habitantes são os pontos fundamentais a serem ponderados no planejamento urbano público desses lugares.
Amsterdã (Países Baixos), Copenhague (Dinamarca), Ottawa (Canadá), Freiburg (Alemanha), Bogotá (Colômbia), Londres (Reino Unidos) e Quarry Village (Estados Unidos), são alguns exemplos de cidades que proibiram total ou parcialmente a utilização de carros em suas ruas, avenidas e centros históricos.

Público alvo

Este movimento espera conscientizar toda a população, em especial donos de carros, para deixarem seus veículos e buscarem formas alternativas de se locomoverem, seja a pé, de bicicleta ou se fazendo uso do próprio transporte público. A mudança deve partir de cada um, afirmam. “Hoje, sabemos que 30% das pessoas que trabalham com carro na cidade poderiam utilizar carona solidária pelo menos uma vez por semana, 1% poderiam utilizar bicicleta e 5% poderiam fazer caminhadas ou usar meios alternativos de transporte, desde que as condições para isso fossem favoráveis”

Como é divulgado e como se participa

O evento é divulgado através de folhetos distribuídos para a população, cartazes, via internet e além também de divulgações boca a boca.

Campanhas pelo mundo:

Formas de participar do movimento:

Exercitando a carona solidária

Oferecendo carona. Se os vizinhos vão se deslocar no mesmo sentido que você, combine esquemas com eles. As mães podem se revezar para levar as crianças ao colégio, e daí por diante.

Incentivando as empresa a adotar a carona empresarial

A empresa deve não só incentivar a carona solidária, como proporcionar condições para que este se desenvolva, por exemplo, criando um banco atualizado de dados com os endereços dos funcionários.

A empresa também pode criar um sistema de transporte coletivo que ligue estações de metrô e pontos de ônibus à sede, transportando seus funcionários com segurança e tirando alguns carros das ruas.

Evitando trânsito

Se você trabalha perto de casa, ou tem a possibilidade de se transferir para uma filial de sua empresa mais próxima de sua residência, vá a pé ou de bicicleta. Procure rotas alternativas, evitando as vias mais congestionadas e com maior concentração de poluentes emitidos pelos veículos.

Se você tem uma bicicleta…

Use-a em pequenos deslocamentos, como para ir de sua casa até a locadora, ao parque ou ao cinema. Com um cesto, você pode até mesmo ir à feira.

Descobrindo a cidade a pé

O ato de caminhar faz com que você viva de fato a sua cidade e descubra peculiaridades que não percebe quando está dirigindo ou dentro de um automóvel. Incluir trajetos a pé no seu dia a dia faz você mais saudável e diminui o estresse provocado pelo corre-corre.

Pedestres têm direitos. Um dos principais é o da preferência sobre veículos nas faixas de segurança, mesmo quando não há semáforo. Procure estimular motoristas a lembrar disso e, quando for dirigir, não esqueça de dar prioridade ao pedestre.

Fazendo uso do transporte coletivo

Procure usar ônibus, metrô e trens para fazer seus deslocamentos ou parte deles.

Centros comerciais também podem ajudar

Se você trabalha em um centro comercial, fale com o administrador para implantar um bicicletário no estacionamento. Sugira ainda que o centro comercial implante sistema de transporte para buscar funcionários e clientes próximos a estações do metrô

Universidades também podem ajudar

Se você é universitário, sugira implantação da carona solidária na universidade para reduzir o trânsito nas imediações. A instalação de bicicletários também é importante para incentivar o uso de bicicletas

Comentários e conclusões

Tendo em vista que o problema de transporte urbano é de natureza complexa e que mitos e paradigmas pairam sobre a mente de leigos e convencê-los disto é muito difícil, este movimento, assim como  outros, tem papel importante para amenizar o uso do automóvel, pois a atitude das pessoas conseguida por esta ação irá influencia diretamente na dinâmica das cidades.

Fontes:

ECODESENVOLVIMENTO – Informação para um mundo sustentável. Dia Mundial Sem Carro promove uma nova forma de mobilidade urbana.
Disponível em: http://www.ecodesenvolvimento.org.br

MOUNTAIN BIKE BH. DI mostra que automóvel não é a melhor opção
Disponível em: http://mountainbikebh.com.br

CELSO MONTEIRO. Como funciona o Dia Mundial Sem Carro
Disponível em: http://ambiente.hsw.uol.com.br/dia-mundial-sem-carro.htm

NOSSA SÃO PAULO. Como você pode melhorar o trânsito na cidade de são Paulo?
Disponível em: http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/8915

ISABEL ABREU BRAGA. Planeta Sustentável – Foi mesmo um dia sem carro?
Disponível em: http://planetasustentavel.abril.com.br/

World Car Free Day
Disponível em :http:// worldcarfreeday.org.br

Se gostou deste post, VEJA TAMBÉM:

Os Problemas do Transporte Urbano

Projeto Caronas

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: