Posts Tagged ‘ETE Experimental’

Visita ao Centro de Pesquisa e Treinamento em Saneamento UFMG/COPASA

6 de setembro de 2012

Com suas primeiras unidades de pesquisa implantadas a partir de 2002, a ETE Experimental UFMG/COPASA, como era denominada até 2006, passou por processo de ampliação em relação às áreas do saneamento atendidas e também agregou em treinamento de operadores, com isto tornou-se o Centro de Pesquisa e Treinamento em Saneamento (CePTS) que fica situado junto à Estação de Tratamento de Esgotos do Ribeirão Arrudas, em Belo Horizonte, diferencia-se por ser um dos mais importantes centros de pesquisa e treinamento da América Latina, possuindo diversas unidades de pesquisa que recebem o esgoto in natura do município e executam o tratamento em diferentes níveis e modalidades. As pesquisas geridas no CePTS estão sempre a procura por inovações, novas alternativas, configurações de unidades de tratamento de esgotos, recuperação dos subprodutos do tratamento, lodo e biogás, além da otimização de parâmetros de dimensionamento e de operação. Somado às atividades para fins de pesquisa, desenvolve-se atividades de ensino (aulas práticas e de demonstração) e de treinamento de operadores do setor de saneamento.

O CePTS é composto por Unidades experimentais de tratamento de esgoto, unidades de apoio e controle, mini-redes de abastecimento de água, coleta e transporte de esgoto e drenagem de águas pluviais.

Dentre os processos e unidades apresentados na visita técnica, vou me ater naquele que me chamou mais atenção, que se trata do tratamento anaeróbio via Reator UASB, na qual o esgoto é distribuído no fundo do reator, saindo por um decantador na parte superior da unidade. Este trajeto do esgoto que ocorre em fluxo ascendente, por meio do leito e da biomassa, estabiliza a matéria orgânica e forma novas células e biogás. Há um separador trifásico (sólidos, líquidos e gases), na parte de cima do reator, que garante a liberação do gás contido na mistura líquida, dando condições para sedimentação do lodo no compartimento de digestão. O Biogás, por sua vez, passa por selo hídrico e por um medidor de vazão antes de ser enviado para tratamento e armazenamento. O lodo excedente, já estabilizado é enviado para desidratação em leito de secagem, como podemos ver na figura abaixo:

A engenheira explica que quando o lodo reator WASB atinge uma determinada concentração, ou certa altura, é retirado dele e é jogado no leito de secagem. Não é preciso tratar anaerobicamente como na ETE Arrudas, pois este, já é um tratamento anaeróbio, portanto a biomassa já sai estabilizada, o lodo já sai degradado, logo pode apenas secar e encaminhar para o aterro. Na ETE Arrudas, entretanto, por ser um tratamento aeróbio, a biomassa cresce muito, não há como ela “morrer” e se degradar, sendo necessário o tratamento do lodo anaerobicamente.
O tamanho e a configuração do leito de secagem dependerão do clima da região, onde será construído e da vazão de lodo esperada retida do reator, que varia com a concentração de esgoto recebida. O sistema Anaeróbio gera menos lodo que o Aeróbio

Muitas pessoas erroneamente tem ideia de que o lodo sai sólido do reator, mas como pode ser visto na figura acima, ele é líquido e por isto que é necessário o leito de secagem para desidratar o lodo e em seguida ser aterrado.
Além do processo descrito acima, a visita abordou outros procedimentos e outras unidades, como por exemplo Filtro biológico percolador, lagoas de polimento e filtro grosseiro de pedra, Sistema de tratamento e armazenamento de biogás, entre outros, como pode ser observado nas fotos ao final.

Em relação à visita no CePTS, avalio que foi de fundamental importância, a julgar o caráter didático inserido, no qual auxilia o aluno discernir melhor sua base teórica, através da visualização das unidades, do processo de funcionamento das soluções apresentadas “in loco”, etc. Além disto, é um caminho para fomentar interesse de pessoas pela área de saneamento, expondo os avanços e os desafios do mercado atual, abrindo a mente para outras áreas que talvez não se havia pensado em atuar.

 

 

 

 

 

Se gostou deste post, VEJA TAMBÉM:

Estação de Tratamento de Água do Sistema Rio Manso (COPASA)

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: